Árbitros da Copa América 2024: Análise completa para apostar

4 minutos de leitura
Top árbitros da Copa América 2024.
Betfair

ODDS 4.0 para a ESPANHA marcar 1 gol

Espanha x Itália. quinta-feira 20 junho, 16:00
P/ novos clientes. Use código ZPBL54 e deposite mín. R$10. Parte paga em bônus. 18+, Jogo Responsável. T&Cs.

O comitê de arbitragem da CONMEBOL anunciou os nomes dos árbitros escalados para apitar os jogos da Copa América 2024!

Aqui, você confere todas as principais informações sobre os árbitros da Copa América.

Informações: árbitros da Copa América

Os árbitros, por muitas vezes, passam despercebidos pela maioria das pessoas, principalmente em competições de grande porte, como é o caso da Copa América, onde temos grandes seleções e super estrelas, como Vinicius Jr, Luis Diaz e Lionel Messi.

No entanto, ter informações sobre quem está no comando do apito, é importante para embasar suas apostas, sobretudo se elas envolverem os mercados de faltas e cartões.

Mulheres prontas para fazer história

Pela primeira vez na história das edições de Copa América, teremos duas árbitras mulheres apitando jogos. São elas: a brasileira Edina Alves Batista e a norte-americana Maria Victoria Penso, ambas estão escaladas para comandar jogos da fase de grupos.

Edina é uma árbitra com experiência, principalmente no cenário nacional, apitando jogos de Brasileirão Série A e internacionalmente também já tem certa bagagem, com participações em partidas do Mundial de Clubes 2021 e da Copa do Mundo Feminina de 2023.

Dario Herrera: Argentina

O árbitro argentino, Dario Herrera não costuma fazer muita cerimônia quando o assunto é apresentar cartões. Em 7 jogos na presente edição da Copa Libertadores, foram distribuídos 38 cartões amarelos e 4 vermelhos.

Para quem gosta de apostar no mercado de cartões, com certeza vale ficar atento em partidas que Herrera estiver escalado para apitar, ele certamente não é o tipo de árbitro que costuma dar segunda chance aos jogadores.

A frente de apenas uma partida nessas eliminatórias sul-americanas, o argentino apresentou 5 cartões amarelos.

Yael Falcon: Argentina

Outro árbitro argentino que irá desembarcar nos EUA para esta Copa América é Yael Falcon. Assim como Herrera, Falcon também não costuma ser econômico com os cartões.

Na atual edição da Copa Libertadores, Falcon apitou 4 partidas e apresentou 24 cartões amarelos e 1 vermelho. Quando apitou a sua única partida na Sul-Americana, ele amarelou 5 jogadores.

Falcon não só apresentou cartões amarelos em jogos pela América do Sul, como também em jogos da Liga Saudita, onde apitou 3 partidas e amarelou 11 jogadores diferentes.

Ao analisar a fundo as estatísticas, ambos os árbitros argentinos não admitem muitas infrações dos jogadores e muito menos reclamações. Desta forma, podemos esperar que algumas “tarjetas” amarelas sejam apresentadas, e, em alguns casos até mesmo expulsões.

Raphael Claus: Brasil

Raphael Claus, juntamente com Edina Batista são os dois árbitros representantes do Brasil nesta Copa América 2024. O brasileiro é parecido com os dois argentinos citados acima quando se trata de demonstrar autoridade dentro de campo.

Em apenas duas partidas da Copa Libertadores deste ano, Claus apresentou 10 cartões amarelos, enquanto em jogos do Brasileirão Série A, o número sobe para 24 em 4 partidas. Aos jogadores não resta espaço para infrações quando o árbitro paulista é o encarregado do apito.

Durante o Paulistão, Claus exibiu 33 cartões em 9 jogos ao longo da competição. De fato, o brasileiro é mais um para ser observado de perto quando se trata de apostas em cartão.

Ivo Mendez: Bolívia

Ivo Mendez é o único árbitro boliviano que irá desembarcar nos EUA para apitar os jogos desta Copa América. Em apenas uma partida apitada nesta Libertadores, ele apresentou 3 cartões amarelos na partida entre Talleres e Cobresal.

No entanto, no campeonato boliviano, suas médias são muito maiores: 20 cartões amarelos em apenas 3 partidas. Pela Copa Sul-Americana, Mendez mostrou 10 cartões amarelos em 4 jogos.

Ao contrário dos demais árbitros argentinos e brasileiros, o boliviano parece ter uma postura mais conservadora quando se trata de amarelar os jogadores.

Wilmar Roldán: Colômbia

Dois árbitros colombianos foram convocados para compor o quadro de arbitragem desta Copa América. Um deles é o experiente Wilmar Roldán. O árbitro tem sido um dos mais requisitados nesta temporada, apitando 6 partidas da Libertadores. Nestes jogos, Roldán apresentou um total de 42 cartões amarelos e 2 vermelhos. 

O colombiano de 44 anos de idade, apresentou incríveis 45 cartões amarelos em 11 partidas do torneio Apertura na Colômbia.

Ele claramente não dá segunda chance aos jogadores e tem como marca impor autoridade dentro de campo através dos cartões. Nesta Copa América sua postura deverá ser a mesma e se você procura apostar em mercados de cartões, fique de olho nos jogos de Wilmar Roldán.